ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante

Barão Francis Bonaert

♦ 07 de setembro de 1914
† 15 de junho de 2012

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Francis Bonaert nasceu em Kortrijk, na Bélgica, e morreu em Bruxelas, capital do País.

 

Inicialmente ele realizou estudos clássicos em latim e grego na Abadia de Maredsous, até 1933, tornando-se versado em cultura clássica. Depois, já em Maredsous ele começou a tirar fotografias, especializando-se nesta arte, principalmente no registro de construções históricas da Bélgica. Seu interesse pelas construções, principalmente pela relação que ele estabeleceu entre forma e conteúdo das edificações o levou a estudar arquitetura no Instituto São Lucas em Bruxelas, onde se formou em 1940.

 

Em 1941, ele estudou arquitetura moderna. Ele desenvolveu projetos de iluminação natural para um museu. Os projetos desse museu idealizado por ele não foram executados, mas foram estas suas idéias utilizadas em parte para o projeto de iluminação do Museu Guggenheim, em Nova York.

 

Durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas ocuparam a Bélgica e ele voltou a trabalhar como fotógrafo para evitar prestar serviços como arquiteto para os alemães. Durante este período, ele aprimora ainda mais suas tecnicas em fotografias. Depois da guerra, ele abriu seu próprio escritório em Bruxelas.

 

Sua obra tradiconalmente é dividida em quatro grandes frentes de atuação:

 

I - Edificios ligados ao modernismo: Bonaert construiu alguns edifícios modernos como o famoso Pavilhão na Expo Internacional de 1958, conhecido como Pavilhão Benelux, em Bruxelas, além de diversas residencias particulares e alguns aparelhos públicos.

 

II - Casas Coloniais: Bonaert escreveu um livros, retratando com fotos e detalhes, diversas casas coloniais nos Estados Unidos, ele começou a construir moradias privadas neste estilo.

 

III - Moradias neoclassicas: da cosntrução de moradias de estilo colonial, Bonaert recuou ainda mais no tempo e passou para a construção de moradias de inspiração clássica, buscando do antigo estilo flamengo (região de Flandres) sua inspiração. Muitas casas rurais ele cosntruiu nesse período.

 

IV - Restaurador: Bonaert restaurou muitos monumentos protegidos e declarados como patrimonio histórico, especialmente os castelos e algumas igrejas da Bélgica. Nesta área, sua obra mais impressionante foi a restauração do Castelo de Duras, Castelo de Veves e o Castelo de Freyr.

 

É considerado até hoje um dos arquitetos mais importantes da Bélgica do século XX nao apenas pela sua vasta obra, como pelo consideravel número de registros fotográficos de construções. 

Francis Bonaert

OBRAS SELECIONADAS:

 

As obras de Bonaert podem ser conferida nas galerias da página oficial do Castelo Freyr, a residência da família Bonaert por cerca de 20 gerações, que funciona hoje como um centro cultural na Bélgica e conserva grande parte do material de Francis Bonaert:

Site Amigos do Castelo de Freyr

Referencias:

 

- CULTURAL HERITAGE FOUND. In Memorian Baron Francis Bonaert. Disponivel em http://www.kbs-frb.be/patrimoine/News.aspx?id=299141&LangType=2060. Acesso em 10 de julho de 2015

 

-  Friends of Castle Freyr. An Architect. Disponivel em http://www.friendsoffreyr.eu/craftsmen/c--francis-bonaert-architect-at-freyr-castle-pages.php?action=backward#.VaOziF9Vikr . Acesso em 10 de julho de 2015. 

 

 

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: Francis Bonaert

Documento nº: B14
Disponível na Internet via: 
Última atualização: 10/07/2015

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital