ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
Fritz Todt
♦ 04 de setembro de 1891, Pforzheim, Império Alemão.
† 08 de fevereiro de 1942, Rastemburg, Alemanha.

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Fritz Todt nasceu em Pforzheim, pequena cidade localizada ao sul da Alemanha, em 4 de Setembro de 1891. Era filho de uma família de classe média, sendo seu pai o dono de uma pequena fábrica.

 

Estudou engenharia em Karlsruhe, cidade próxima à sua. Lá, Todt frequentou a Escola de Estudos Técnicos Avançados de Munique, que possuia uma unidade em Karlsruhe.

 

Todt, aos 23 anos, interrompe os estudos por conta da convocação militar. Ele participou da Primeira Guerra Mundial, inicialmente com a infantaria e depois como um observador com a força aérea, ganhando a honraria da Cruz de Ferro do então exército do Império Alemão.


Após a guerra, ele terminou seus estudos em 1920 e entrou para a empresa de engenharia civil Sager & Woerner, especializada na construção de estradas, túneis e outros dispositivos viários. As atividades desenvolvidas nesta empresa serão decisivas para suas futuras obras.

 

Em 1921 ele passa a integrar um grupo de jovens engenheiros especializados em construir estradas.

 

Juntou-se ao então recém criado NSDAP ( sigla em alemão do Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei - Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães) em 1922 e mais tarde passou a integrar a Sturmabteilung (Sessões de Assalto, a S.A - organização paramilitar nazista), chegando a ocupar um alto posto nesta organização.

 

Em 1930, durante seu doutorado, Todt publicou um artigo intitulado "Propostas e planos financeiros para o emprego de um milhão de homens", que tinha como fundamento utilizar as grandes obras públicas viárias para promover empregos para os trabalhadores alemães e tentar assim tirar o país da recessão econômica. O artigo chegou às mãos de Adolf Hitler que ficou admirado com as propostas de Todt.

 

Em 1931 Todt completou seu doutorado e era agora uma grande autoridade técnica em logísitca, rodovias e empreendimentos viários.


Hitler então chegou ao poder, em 1933 e uma das primeiras medidas que tomou foi nomear Todt como chefe da nova estatal, a  "Reichsautobahn", uma empresa público-privada cuja tarefa era a de construir um sistema de estradas visando a integração nacional. Todt passa então a chefiar a construção das famosas  e, finalmente, foi o responsável pela criação das famosas "Autobahns", as auto-estradas da Alemanha.

 

Fritz sabia que as estradas teriam um papel decisivo na ascensão do nazismo alemão. As autobahns não eram meras obras viárias, mas eram importantíssimas do ponto de vista político. Assim como os Estados Unidos pós-1929 tinham o New Deal, a Alemanha teve seu programa de grandes obras públicas 

 

A fabricação de carros estava em alta e o famoso Volkswagen (o CARRRO DO POVO) estava sendo comercializado aos milhares. A necessidade de deslocamento pelas estradas era evidente. Ao mesmo tempo, através das autobahns, as maravilhas naturais da paisagem alemã seriam apreciada pela população. Todt teve o cuidado de projetar mirantes, monumentos e demais dispositivos de embelezamento que seriam dispostos ao longo das estradas para que as viagens fossem agradaveis e incentivadas. A auto-estima do povo seria revigorada. Por fim, o volume de empregos diretos e indiretos gerados pelos consórcios firmados para cosntruir as estradas fez com que os índices de desemprego da Alemanha despensassem.


Fritz Todt foi então nomeado para ser o Diretor de Engenharia da Administração NSDAP do Reich". Com privilégios especiais, foi permitido a Todt possuir um poder considerável.

 

Em 1938, ele fundou a Organização Todt, unindo empresas governamentais, empresas privadas e do Serviço de Trabalho do Reich. A Organização Todt (OT) era um conglomerado civil-militar que tinha por objetivo criar uma grande infraestrutura de comunicação e defesa da Alemanha. Estava inserida nos planos e preparações de Hitler para a guerra.

 

A frente da OT, Todt encarregou-se a partir do final de 1938 até meados de 1939 a construir o chamado "Muro do Oeste" (ou Muro Ocidental), uma linha defensiva de fortalezas e bunkers na divisa com a França (também conhecido como "Linha Sigfried). Esta linha defensiva direcionou todos os esforços para construir, em 630 km de extensão, uma parede contra invasões ocidentais, indo desde a divisa da Hoalnda até a fronteira com a Suiça.

 

O Muro Ocidental contava com barreiras anti-tanque, armadilhas, fossos e diversos outros dispositivos adaptados para impedir o avanço de blindados e tropas. Poucas passagens existiam e estas eram fortemente guardadas por um aparato de fortalezas, baterias anti-aéreas e divisões de soldados.

 

Com o advento da Guerra em 1939, Todt foi nomeado Ministro do Reich de Armamentos e Munições em 1940. No ano seguinte, em 1941, Todt e a OT foram encarregados ​​de elaborar um projeto ainda maior, a construção do Muro do Atlântico, a ser construída nas regiões costeiras da França ocupada, Holanda e Bélgica. Na "Muralha do Atlantico", estava prevista a cosntrução de fortificações nas Ilhas Britânicas do Canal da Mancha, que foram ocupadas pela Alemanha nazista a partir de 30 de junho de 1940 a 9 de Maio de 1945.

 

No ano de 1941, com a invasão de parte da União Soviética, foi dada a responsabilidade para Todt restaurar o sistema rodoviário e ferroviário na União Soviética, com a finalidade de deslocar as riquezas da região ocupada para a Alemanha.


Todt depois de uma viagem de inspeção da Frente Oriental (onde estava ocorrendo os conflitos mais sangrento contra o Exercito Vermelho), enviou diversas mensagens a Hitler alertando que, sem melhor equipamento e materiais, seria melhor terminar a guerra com a URSS e focar o conflito apenas nos inimigos do ocidente (Inglaterra, principalmente).

 

Em 8 de fevereiro de 1942, durante um voo que o levaria para um decisivo encontro com Hitler , o avião que levava Todt explodiu e caiu nas imediações de Rastenburg. Seu cargo de Ministro foi sucecido por Albert Speer, que recebeu a nomeação direta de Hitler no mesmo dia.

Fritz Todt

Fritz mostra a Hitler a maquete de uma das diversas monumentais pontes existentes nas Autobahns

Fritz mostra a Hitler a maquete de uma das diversas monumentais pontes existentes nas Autobahns

Hitler adorava aparecer em eventos públicos para iniciar as obras de uma autobahn. Na foto, o fuher aparece dando o início aos trabalhos. Logo atrás dele, Fritz Todt

Hitler adorava aparecer em eventos públicos para iniciar as obras de uma autobahn. Na foto, o fuher aparece dando o início aos trabalhos. Logo atrás dele, Fritz Todt

Hitler adorava aparecer em eventos públicos para iniciar as obras de uma autobahn. Na foto, o fuher aparece dando o início aos trabalhos. Logo atrás dele, Fritz Todt

Hitler adorava aparecer em eventos públicos para iniciar as obras de uma autobahn. Na foto, o fuher aparece dando o início aos trabalhos. Logo atrás dele, Fritz Todt

Já em tempos de guerra, Fritz Todt e o alto comando nazista apresentam a Hitler os planos do "Muro Ocidental". 

Já em tempos de guerra, Fritz Todt e o alto comando nazista apresentam a Hitler os planos do "Muro Ocidental". 

OBRAS SELECIONADAS:

 

> (1) Autobahn e os famosos Volkswagen (fuscas)

> (2) Desenho de uma parada para descanso e mirante de uma Autobahn.

> (3) Autobahn Berlin-Munique

> (4) Um mirante na Autobahn.

> (5) Dispositivos anti-tanque de concreto (dentes de dragão) do "Muro Ocidental".

> (6) Dispositivos anti-tanque de concreto (dentes de dragão) do "Muro Ocidental" hoje em Kohlscheid.

 

Autobahn e os famosos Volkswagen
Autobahn e os famosos Volkswagen

> (1) Autobahn e os famosos Volkswagen (fuscas)

Um mirante na Autobahn.
Um mirante na Autobahn.

> (2) Desenho de uma parada para descanso e mirante de uma Autobahn.

Autobahn Berlin-Munique
Autobahn Berlin-Munique

> (3) Autobahn Berlin-Munique

Um mirante na Autobahn.
Um mirante na Autobahn.

> (4) Um mirante na Autobahn.

"Muro Ocidental"
"Muro Ocidental"

> (5) Dispositivos anti-tanque de concreto (dentes de dragão) do "Muro Ocidental".

"Muro Ocidental"
"Muro Ocidental"

> (6) Dispositivos anti-tanque de concreto (dentes de dragão) do "Muro Ocidental" hoje em Kohlscheid.

 - Referencias:

 

- Wistrich, Robert S. Who's Who in Nazi Germany. NY: Routledge Press, 1995. In Jewish Virtual Library. Disponivel em  https://www.jewishvirtuallibrary.org/jsource/biography/Todt.html. Acesso em 07 de abril de 2016.

 

- KHUN, Stefan. Fritz Todt 1891-1942. Deutsch History Museum. Disponível em https://www.dhm.de/lemo/biografie/fritz-todt. Acesso em 07 de abril de 2017.

 

- WALDEN, Geofrey R. Autobahn. In The third Reich Ruins. Disponivel em http://www.thirdreichruins.com/misc_sites2.htm#strecke46. Acesso em 07 de abril de 2016.

 

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: Fritz Todt

Documento nº: T16

Disponível na Internet via: 
Última atualização: 07/04/2016

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital