ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
"Sir" Raymond Unwin
♦ 02 de Novembro de 1863, Rotherham, Yorkshire, Inglaterra
† 29 de Junho de 1940, Lyme, Connecticut, E.U.A 

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Raymond Unwin nasceu em Rotherham, Yorkshire, em 02 de novembro de 1863. Seu pai vendeu um negócio familiar que tinham na cidade natal e mudaram-se para Oxford, onde Unwin estudou.

 

Em 1884 ele trabalhou como engenheiro aprendiz para a Staveley Iron & Coal Company perto de Chesterfield. Nessa época, observando as duras condições de vida e trabalho dos operários da empresa, Unwin começa a interessar-se pelas questões sociais

 

Inspirado pelas palestras e ideais de John Ruskin e William Morris, ele passa a aderir ao socialismo como uma alternativa às desigualdades capitalistas. Em 1885 ele se mudou para Manchester e tornou-se secretário da Liga dos Socialista,  de Morris. Ele escreveu artigos para o jornal da Liga e até participou de comícios e atos públicos de propaganda socialista.

 

Nesse período Unwin se tornou um amigo próximo do filósofo socialista Edward Carpenter, e juntos chegaram a desenvolver um uma pequena comuna em Millthorpe perto de Sheffield.


Em 1887 ele retornou ao trabalho na Staveley Iron, agora já como engenheiro, trabalhando no desenvolvimento das vilas para os trabalhadores mineiros. 


Em 1893 ele se casou com a irmã de Barry Parker, Ethel. Com Parker, formou-se uma parceria em 1896 com sede em Buxton, Derbyshire. Os parceiros preferiram o estilo vernacular simples e logo aderiram ao Movimento Arts and Crafts, e seu objetivo nos projetos era de melhorar os padrões de habitação para as classes trabalhadoras.

 

Eles também eram membros da "Aliança dos Trabalhadores de Arte do Norte" e eram amigos íntimos de Edgar Madeira (1860-1935) o principal expoente do Arts And Crafts do Norte da Inglaterra e um dos membros fundadores do grupo.

 

Em colaboração, publicaram vários livros como o "The art of building a home: a collection of lectures and illustrations", de 1901 o "Cottage plans and common sense", em 1902 e o artigo "Cottages near a town exhibit", em 1903.

 

Mas suas maiores realizações conjuntas foram as cidades jardins. A primeira foi em 1902, quando planejaram a cidade‑modelo de New Earswick Village, perto de York. Um ano depois, projetaram a primeira cidade‑jardim para Ebenezer Howard: Letchworth.

 

Adeptos de uma variante das teorias howardianas, que defendia a criação de "suburbios jardins" nos arredores de cidades já consolidadas, para frear a expansão urbana e a especulação imobiliária e proporcionar boas condições de vida nas periferias, Unwin e Parker projetaram o Hampstead Garden Suburb (1905‑1914), nos arredores de Londres.

 

Essa obra foi tão impactante que suas características influenciaram a elaboração de projetos de "suburbios jardins" semelhantes tanto na Inglaterra como nos Estados Unidos.

 

Em 1909, Unwin publicou sua obra‑prima: o livro Town Planning in Pratice (com ilustrações de Parker). Este livro exerceu forte impacto sobre a ciência urbanística mundial da época e garantiu a seu autor o lugar de um dos maiores expoentes do urbanismo inglês do início do século XX. Um ano depois, como membro honorário do Royal Institute of British Architects, participou da comissão organizadora da Town Planning Conference. A conferência conseguiu reunir os mais importantes urbanistas da época.

 

Entre 1911 e 1914, Unwin ocupou a cadeira de planejamento urbano na Universidade de Birmingham. Ainda no ano de 1914, foi nomeado Inspetor Chefe do Planejamento Urbano do Governo Local de Board.

 

Durante a Primeira Guerra Mundial dirigiu a divisão de habitação do Ministério das Munições e Provisões, tendo a oportunidade de projetar as cidades que cresciam ao redor das gigantescas indústrias de armamento. Posteriormente, ocupou o cargo de arquiteto‑chefe de habitação do Ministério da Saúde.

 

Em 1922, tornou‑se consultor do Plano regional de Nova York. Finalmente, Unwin se aposentou do serviço público inglês em 1928 e, entre 1929 e 1933, atuou como conselheiro técnico Comitê de Planejamento de Londres e de 1931 a 1933, foi presidente do famoso Instituto Real dos Arquitetos Britânicos, quando recebeu o título se "Sir" da Coroa Inglesa. 

 

Trabalhou ainda como consultor do Presidente dos E.U.A., Franklin Roosevelt, no New Deal — série de programas socioeconômicos implementados naquele país entre 1933 e 1937 para superar a grande deperessão que o país atravessava desde a quebra da bolsa de Nova York em 1929.

 

Em 1936, foi nomeado professor na Columbia University, cargo que ocupou até morrer em Lyme, Connecticut, enquanto visitava sua irmã. 

Raymond Unwin

Um encontro histórico em Letchworth, 1903: Ebenezer Howard, Richard PArker e Raymond Unwin

Capa do mais famoso livro de Unwin,  que se tornou referência indispensável para planejamento urbano durante o século XX. Na foto, trata-se da edição de 1909.

> (1) Plano do Suburbio JArdim de Hampstead 

> (2) Esboço do Centro Cívico (praça) de Hampstead

> (3) Esboço de habitações de Hampstead

> (4) Plano de Letchworth

> (5) Via comercial de Letchworth, em sua inauguração

> (6) Vista aérea de Letchworth, hoje.

OBRAS SELECIONADAS:

 

Hampstead Plan.JPG
Hampstead Plan.JPG
Esboço do centro cívico (Praça) de Hampstead.jpg
Esboço do centro cívico (Praça) de Hampstead.jpg
Esboço_de_Hampstead.jpg
Esboço_de_Hampstead.jpg
Plano Original da cidade jardim.jpg
Plano Original da cidade jardim.jpg
Rua comercial de LetchWorth.jpg
Rua comercial de LetchWorth.jpg
Vista_Aérea_de_LetchWorth.jpg
Vista_Aérea_de_LetchWorth.jpg

 - Referencias:

 

- BUTLER, Charlotte Gildart. Raymond Unwin (1863-1940): Town Planning in Practice. Blog Architecture + Urbanism. Disponivel em http://architectureandurbanism.blogspot.com.br/2010/05/raymond-unwin-1863-1940-town-planning.html. Acesso em 07 de janeiro de 2016.

 

- COSTA, LUIZ AUGUSTO MAIA. PLANEJAMENTO E SOCIALISMO: NOTAS PARA UMA BIOGRAFIA INTELECTUAL DO URBANISTA RAYMOND UNWIN. Revista Oculum. PUc-UNICAMP. Disponível em http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/oculum/article/viewFile/2715/1941.  Acesso em 07 de janeiro de 2016.

 

- MARTINI, Eduardo Colucci. A OBRA ESCRITA DE RAYMOND UNWIN. PUC - Campinas - Anais do XVII Encontro de Iniciação Científica– ISSN 1982-0178. Disponivel em http://www.puc-campinas.edu.br/websist/Rep/Sic08/Resumo/2012824_11412_965912203_resuiz.pdf. Acesso em 07 de janeiro de 2016

 

- GLANCEY, Jonathan. Guia Ilustrado de Arquitetura. Trad. Laura Alves e Aurélio Rebello. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

 

- KOCH, Wilfred. Dicionário dos Estilos Arquitetônicos. Trad. Neide Luzia de Rezende. 4º Edição. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

 

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete: DURANTE, Silvio.
Título: Raymond Unwin

Documento nº: U 01

Disponível na Internet via: 
Última atualização: 07/01/2016

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital