ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
Joseph Philip Poelaert
♦ 21 de março de 1817, Bruxelas, Bélgica
† 03 de novembro de 1879, Bruxelas, Bélgica

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Nascido em Bruxelas, originário de uma abastada família, filho de Jean-Alexandre Werry, também arquiteto e empresário do ramo da construção civil. Poelaert estudou arquitetura na "Académie Royale des Beaux-Arts" em Bruxelas, e logo em seguida também estudou em Paris.

 

Na capital francesa, durante sua formação, ele teve contato com as obras dos maiores arquitetos do período napoleônico, Percier Fontaine, que influenciaram profundamente suas preferencias e assim ele desenvolveu sua profissão por algum tempo construindo casas particulares com forte presença do estilo neoclássico.

 

Poelaert teve como seu primeiro grande trabalho, que lhe rendeu fama a notoriedade na capital belga, a Coluna do Congresso, de 1849, projeto vencedor em um concurso que previa a cosntrução desse monumento. Devido seu talento, logo ele foi nomeado arquiteto municipal, (cargo correspondente ao secretário de planejamento no Brasil), da cidade de Bruxelas, no ano de 1856.

 

A Coluna do Congresso Nacional foi inspirada na "Coluna de Trajano" erguida para celebrar as conquistas do antigo imperador romano. A Coluna foi uma iniciativa do estadista belga Charles Rogier, em comemoração à independência da Bélgica, ocorrida com a Revolução Belga de 1830.

 

A obra mais importante de Poelaert  foi a colossal estrutura do Tribunal de Justiça de Bruxelas, o maior edifício construído no século 19, cujo modelo foi copiado, em menor escala, em vários países.

 

O decreto real de 27 de março de 1860 anunciou o projeto de construção de um novo tribunal que iria abrigar todos os tribunais belgas. A competição era internacional, mas nenhum dos vinte e oito projetos apresentados superou o de Poelaert.


Poelaert montou uma grande equipe de designers para uma obra monumental, que além de ocupar uma área de mais de 26 mil metros quadrados, que abrigada uma antiga área de um convento e um parque, ainda teve que desapropriar dezenas de imóveis nas adjacências.


A Ordem de Serviço partiu do próprio Rei da Bélgica e o tribunal levou 17 anos para ser construído, de 1866 até 1883, quatro anos após a morte do arquiteto.

 

Segundo as informações contidas no site de Patrimônios Mundiais da UNESCO-ONU (em francês) o Palácio de Justiça de Bruxelas tem 186 x 177 metros de área e consumiu quase 500mil metros cúbicos de materiais (alvenarias, tijolos, etc) sendo mais de 60.000 metros cúbicos só de pedra branca e granito. Possuiu, 245 cômodos, uma cúpula de grande destaque que se eleva a mais de 100 m acima do saguão, exatos 4941 degraus distribuidos em dezenas de escadas. O número de portas era de 1530 e 1513 janelas, em seu projeto original. O imponente pórtico de entrada é tão grande e consumiu quinze toneladas de material. Originalmente, a cúpula seria uma pirâmide de vidro, remetendo à grandiosidade das antigas pirâmides egípicias. Mas Poelaert decidiu trocar a pirâmide pela cúpula, consagrando assim sua preferência pelo estilo Neoclássico.

 

O Palácio da Justiça de Bruxelas foi reconhecido como patrimônio da humanidade pela UNESCO em abril de 2008.

 

Também é de sua autoria uma das mais visitadas igrejas de Bruxelas, a Igreja de Santa Catarina, concluida em 1854 e terminada vinte anos depois, em 1874, desenhada em estilo neogótico e neoromânico, assim como a Igreja de Nossa Senhora de Laeken, também iniciada em 1854, mas concluida apenas em 1909.

 

Outra obra importante é a recosntrução do Teatro La Monnaie. Esta casa de espetaculos foi concebida em fins do século XVII e depois destruida por conta de um incendio em 1855. Após isso, Poelart o reconstruiu, maior que o original. O Teatro já passou por várias restaurações, sendo as mais recentes ocorridas no ano de 1985 e no ano 2000. 

 

Sua obra é marcada pelo rigor do estilo neoclassicista, contendo elementos do estilo gostico e outro revivalismos de seu tempo. É um grande representante do ecletismo europeu.

 

Ele está enterrado no Cemitério de Laeken, em Bruxelas.

 

Joseph Poelaert

OBRAS SELECIONADAS:

 

> (1) Coluna do Congresso Nacional da Bélgica, 1849

> (2) Fonte da Praça Rouppe, 1848

> (3) Igreja de Santa Catarina, Bruxelas, Belgica, 1854-1874

> (4) Igreja de Nossa Senhora de Laeken, Bruxelas, Belgica, 1854-1909

> (5) Palácio da Justiça de Bruxelas, 1866-1883

> (6) Palácio da Justiça de Bruxelas, 1866-1883 (Vista aérea)

> (7) Palácio da Justiça de Bruxelas, 1866-1883

> (8) Palácio da Justiça de Bruxelas, 1866-1883 (saguão interior)

> (9) Teatro La Monnaie, Bruxelas, 1856

 

> (1) Coluna do Congresso Nacional
> (1) Coluna do Congresso Nacional

> (1) Coluna do Congresso Nacional da Bélgica, 1849

Fontaine de la place Rouppe.jpg
Fontaine de la place Rouppe.jpg
> (4) Igreja de Nossa Senhora
> (4) Igreja de Nossa Senhora

> (4) Igreja de Nossa Senhora de Laeken, Bruxelas, Belgica, 1854-1909

> (3) Igreja de Santa Catarina
> (3) Igreja de Santa Catarina

> (3) Igreja de Santa Catarina, Bruxelas, Belgica, 1854-1874

> (5) Palácio da Justiça de Bruxelas
> (5) Palácio da Justiça de Bruxelas

> (5) Palácio da Justiça de Bruxelas, 1866-1883

> (6) Palácio da Justiça de Bruxelas
> (6) Palácio da Justiça de Bruxelas

> (6) Palácio da Justiça de Bruxelas, 1866-1883 (Vista aérea - do Google Earth®)

> (7) Palacio da Justiça, Bruxelas
> (7) Palacio da Justiça, Bruxelas

> (7) Palacio da Justiça, Bruxelas, Bélgica, 1866-1883

> (8) Palacio da Justiça, Bruxelas
> (8) Palacio da Justiça, Bruxelas

> (8) Palácio da Justiça de Bruxelas, 1866-1883 (saguão interior)

> (9) Teatro La Monnaie
> (9) Teatro La Monnaie

> (9) Teatro La Monnaie, Bruxelas, 1856

 - Referencias:

 

- ALTA PLANA. Dictionary. Joseph Poelaert. Disponivel em www.altaplana.be/dictionary/poelaert_joseph. Acesso em 29 de julho de 2015.

 

GLANCEY, Jonathan. Guia Ilustrado de Arquitetura. Trad. Laura Alves e Aurélio Rebello. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

 

- OXFORD REFERENCE. Joseph Poelaert. Disponivel em www.oxfordreference.com/view/10.1093/acref/9780198606789.001.0001/acref-9780198606789-e-3572. Acesso em 29 de julho de 2015.

 

-Site Oficial do Teatro La Monnaie: www.lamonnaie.be

 

- UNESCO. Centre du patrimoine mondial. Le Palais de Justice de Bruxelles. Disponivel em http://whc.unesco.org/fr/listesindicatives/5357/. Acesso em 14 de dezembro de 2015.

 

 

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: Joseph Poelaert

Documento nº: P16

Disponível na Internet via: www.ebad.info/#!poelaert-joseph/c1dmi
Última atualização: 14/12/2015

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital